domingo, 14 de dezembro de 2014

Anti-Rock espirita

Quando o assunto é música, muitas vezes o Espiritismo é pueril, idealista ingênuo, piegas.

Estes textos, que se referem amplamente à música popular barulhenta, parecem se referir mais precisamente ao Rock pesado.
Se parecem com os argumentos que eu ouvia nos anos 80 contra o heavy metal e Rock em geral por parte dos lideres protestantes e dos puritanos.


"...surgiu a geração do desespero, do consumo de drogas alucinógenas, aditivas, da música ensurdecedora que expressava sua revolta, da pintura agressiva, do sexo desvairado. A solidão vivida pelos jovens levou-os a formarem tribos, a realizarem espetáculos de música desesperada, de promiscuidade comportamental, de agressividade, dando nascimento ao período hyppie..." 
---------------------------------- 
"Comportamentos aberrantes, gosto estético duvidoso, músicas extravagantes e estridentes, festas ruidosas..."
Posturas exóticas, música estridente e primitiva, gestos selvagens e caracterizações aberrantes, em açodamento às manifestações do sexo ultrajado, naqueles redutos se originavam, recambiados para o palco do mundo, em bem urdida propaganda para alcançar as mentes juvenis desarmadas dos recursos defensivos, a estimular-lhes os instintos, anulando-lhes os mecanismos da razão...” 
------------------------------ 
"Um dia, um jovem me contou que gostava muito da música rock pesada, e se vestia segundo as bandas que ele admirava, mas paralelamente interessava-se pelo Espiritismo e começara a freqüentar uma Casa Espírita. Sentia-se em conflito, não sabendo se tinha que deixar a música que gostava ou mudar de hábitos. (...) 
Em um momento, no qual, a música estridente e violenta chama a atenção, os moços, que ainda não definiram a personalidade, passem a consumi-la, imitando os líderes que assumem postura mitológica ou aberrante no comportamento, principalmente como forma agressiva e reagente aos hábitos e costumes sociais."






https://br.groups.yahoo.com/neo/groups/espiritismo-brasil/conversations/topics/20563

http://www.adepr.org.br/?pagina=jornal&id=199

http://luzespirita.livreforum.com/t311p30-adolescencia-e-vida-joanna-de-angelis-divaldo-franco


Nenhum comentário:

Postar um comentário