sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Correspondência de Heloisa & Abelardo.

Século XII: Heloísa e Abelardo, separados pela castração. Ela tornou-se freira, ele, monge.

"Eu, infeliz e aflita entre todas as mulheres, tu levantaste-me ainda mais alto só para aumentar a minha dor na queda. Enquanto entregávamo-nos aos prazeres da luxúria, Deus fingiu não estar vendo, mais depois castigou-nos; e nem mesmo o nosso casamento abrandou a Sua cólera. O malígno sabe até bem demais como usar uma mulher para arruinar um homem. Éramos dois, a pecar, mas só tu tiveste que pagar. Agora eu também sofro. Por tempo demais entreguei-me aos prazeres da carne e este é o justo castigo. Persegue-me a lembrança. Até durante a missa, quando a oração deveria fazer-me sentir mais pura, as lembranças atormentam a minha mente, e em lugar de arrepender-me, tenho saudade daquilo que perdi. As pessoas louvam a minha castidade só porque não sabem que no fundo não passo de uma hipócrita. A minha abilidade em fingir consegue enganá-las, mas eu não me curei: penso em ti, te amo, te quero, te desejo, como antes, mais do que antes." (Heloísa)

Com este grau de hipocrisia se via o prazer sexual na idade medieval. Não mudou muito: aceite qualquer direcionamento religioso e líderes carismáticos tentarão invadir até mesmo a sua alcova com preceitos impraticáveis, acompanhados de um deus furiozo a cobrar pureza e dízimos de seus profitentes.
Destinados ao inferno estão homossexuais e casais que copularam antes do casamento.
Mas como escreveu Heloísa: ("...no fundo não passo de uma hipócrita. A minha abilidade em fingir consegue enganá-las.") Não passam de hipócritas. A abilidade deles em fingir consegue enganar a muitos.

"Fujo para longe de ti,
evitando-te como a um inimigo,
mas incessantemente
te procuro em meu pensamento.
Trago tua imagem em minha memória
e assim me traio e contradigo,
eu te odeio, eu te amo."
(Carta de Abelardo a Heloísa. )

"É certo que quanto maior é a
causa da dor, maior se faz
a necessidade de para ela
encontrar consolo, e este
ninguém pode me dar, além de ti.
Tu és a causa de minha pena,
e só tu podes me proporcionar conforto.
Só tu tens o poder de me entristecer,
de me fazer feliz ou trazer consolo."
(Carta de Heloísa a Abelardo)


2 comentários:

  1. É a hipocrisia religiosa estraçalhando a alma humana.
    Isso só ocorre, na verdade, porque a gente, enquanto sociedade, permite. O medo de ir para o inferno é maior do que a vontade de gozar e ser feliz.
    Mas como diz o falácia, é tudo mentira...rs

    ResponderExcluir
  2. As igrejas pentecostais chegam até a vender salvação espiritual.
    ...enquanto isso, natureza mostra que Deus não é castrador.
    Obrigada!

    ResponderExcluir