segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

My eyes, my youth, my old sins.





"Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria?

Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?"

(Trechos de "A Lista", canção de Oswaldo Montenegro)

5 comentários:

  1. Belíssimo esse texto do Oswaldo... Cabe certinho na história de uma geração inteira.

    ResponderExcluir
  2. A vida como levamos é uma triste comédia.
    Se analisarmos friamente, vivemos apenas em função do dinheiro.
    ...e o tempo é um assassino, mata tudo!
    O mundo oculto dos Espíritos deve ser menos ruim.

    ResponderExcluir
  3. Não necessáriamente. Eu por exemplo, nem penso tanto assim em grana...não tenho mesmo..rs
    Beijão pra vc

    ResponderExcluir
  4. hey Claudia - i love the words of the poem, and the photo of your eyes: dark, andvery direct.....they fit the poem.......
    -detrange

    ResponderExcluir
  5. Hi detrange.
    Thanks.
    This poem is the lyrics of a song that you can find in Youtube
    "A Lista" by Oswaldo Montenegro"

    ResponderExcluir